IMPORTÂNCIA DA VITAMINA B6



Vitamina B6 corresponde a um grupo de 6 compostos, sendo os mais importantes  piridoxina, piridoxal 5 fosfato e piridoxamina fosfato.

Importante em mais de 100 reaçōes enzimáticas no metabolismo de carboidratos, neurotransmissores, lipídeos e principalmente aminoácidos.

No SISTEMA NERVOSO CENTRAL, em falta desta vitamina, o Eletroencefalograma se mostra anormal.


Está presente na maioria dos alimentos: mas cozimento e processamento são fatores que induzem grandes perdas desta vitamina. Por exemplo: a moagem de trigo para fabricação da farinha pode eliminar 70 a 90%, congelamento de vegetais 35 a 55%!!! 

Alimentos com grandes quantidades de vitamina B6:
Nozes, banana, brócolis, melado e couve-flor. Além disso é produzido pela flora bacteriana intestinal!


Sua carência pode dificultar inclusive a ação de hormônios esteroides, além de predispor à câncer, principalmente intestino, pâncreas e tumores hormônio dependente, como mama e próstata. Também anemia microcítica (hemácias pequenas), dermatite seborreica, convulçōes, depressão e aterosclerose.

 

Medicamentos como isoniazida (utilizado no tratamento da tuberculose) e contraceptivos orais podem diminuir esta importante vitamina. Alcoolistas e mulheres que apresentam pré-eclâmpsia ou eclampsia também apresentam menores quantidades. Alta ingestão protéica diminui igualmente suas concentrações.

 

Existe a possibilidade de medição no sangue, apenas cuidado à interpretação do resultado, pois exercício físico moderado a intenso eleva o resultado sérico; já o aumento da fosfatase alcalina e gestação diminuem concentração plasmática.

 

Importante também ressaltar sua atuação no metabolismo dos aminoácidos triptofano (precursor da serotonina e melatonina)  e metionina.

Mikhael Marques

Referência: 
Cozzolino SMF. Biodisponibilidade de nutrientes. 5th ed. São Paulo: Manole; 2016.